imagem 728x90

MOSCAS VOLANTES: PRECISO ME PREOCUPAR?

OFTALMOLOGIA: MOSCAS VOLANTES

Por Nação Sampa News em 24/03/2021 às 13:36:07

Dra. Bruna Melchior Silva-CRM-SP 169.863 / RQE 75.932


Dra. Bruna Melchior Silva

Médica Oftalmologista Especialista em Glaucoma

Formação pela USP de Ribeirão Preto





MOSCAS VOLANTES: PRECISO ME PREOCUPAR?

Você enxerga pequenas manchas, pontos, círculos ou linhas escuras, ou transparentes que se movem de acordo com o movimento dos olhos?

Estudos prévios estimaram que cerca de 75% das pessoas enxergam essas manchinhas, chamadas de "moscas volantes" (como se enxergássemos mosquinhas voando no nosso campo de visão), podendo gerar incômodo e preocupação.

ENTENDENDO O QUE SÃO AS MOSCAS VOLANTES

Cerca de 80% do olho é preenchido por um gel transparente chamado humor vítreo, que dentre suas funções estão manter o olho no seu formato esférico e protege-lo de traumas mecânicos, absorvendo o impacto. Esse gel é aderido à retina, tecido de nervos no fundo do olho que captam a luz e levam as informações ao cérebro para que possamos enxergar. O humor vítreo é composto principalmente por água e macromoléculas, como colágeno e ácido hialurônico.

As moscas volantes ocorrem por alguma opacidade no humor vítreo, que dispersam a luz e/ou causam sombra na retina, fazendo com que enxerguemos manchas no nosso campo de visão que se movem de acordo com o movimento dos olhos e/ou da cabeça. Essas manchas são mais evidentes ao olhar fundos claros e luminosos, como um céu ensolarado ou uma tela de computador branca. As moscas volantes ocorrem principalmente devido à idade, que altera as moléculas do vítreo e a adesão do vítreo à retina, resultando em condensações opacas no meio do gel e descolando o gel da retina (descolamento de vítreo).

Este vídeo explica de forma ilustrativa tudo o que falamos aqui:



DEVO ME PREOCUPAR?

Na grande maioria das vezes, as moscas volantes são apenas consequências de alterações oculares ocasionadas pela idade e/ou ocasionadas pelo descolamento vítreo. Entretanto, entre outras causas possíveis das moscas volantes estão descolamento de retina, diabetes, doenças inflamatórias e sangue no humor vítreo. Por isso, precisamos nos atentar em alguns sinais que nos obrigam a procurar atendimento com oftalmologista:

- aumento súbito no número de manchinhas;

- escurecimento ou embaçamento da visão;

- perda de visão, como se estivesse fechando uma cortina em algum canto do olho;

- flash de luz, como se estivessem tirando uma foto com flash.

O flash de luz pode ocorrer quando o vítreo se descola da retina; nesse momento, o vítreo traciona a retina, podendo causar também sangramentos e descolamento de retina. O descolamento de retina é uma condição que exige atendimento urgente para evitar perda de visão irreversível. Neste caso, haverá perda de campo de visão, como se estivesse fechando uma cortina no lugar da perda visual.


TRATAMENTO

Na maioria dos casos não é necessário nenhum tratamento, se não houver outra doença causando as moscas volantes. Em casos mais raros, em que as moscas volantes são muitas e atrapalha a visão do paciente, é possível fazer cirurgias indicadas pelo oftalmologista que poderão resolver os sintomas. Se houver outra doença como possível causa das moscas volantes, como inflamação ocular ou diabetes, é preciso trata-la.

De toda forma, a avaliação, diagnóstico, tratamento e acompanhamento corretos só podem ser realizados adequadamente através de consulta presencial com oftalmologista.



Dra Bruna Melchior Silva

Médica Oftalmologista Especialista em Glaucoma

Formação pela USP de Ribeirão Preto

Research Fellow bolsista da Columbia University, Nova York (EUA)

CRM-SP 169.863 / RQE 75.932

Fonte: Dra Bruna Melchior Silva

Comunicar erro
imagem 728x90

Comentários

imagem 728x90