imagem 728x90

Fl√°vio Bolsonaro compra mans√£o de R$ 5,97 milh√Ķes em bairro nobre de Bras√≠lia

Na elei√ß√£o de 2018, senador declarou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) patrim√īnio de R$ 1,74 milh√£o. Assessoria de Fl√°vio disse que im√≥vel foi comprado com recursos pr√≥prios do parlamentar.

Por Nação Sampa News em 02/03/2021 às 12:28:14



https://g1.globo.com/politica/video/video-anuncio-traz-imagens-da-mansao-comprada-por-flavio-bolsonaro-9313042.ghtml


O senador Fl√°vio Bolsonaro (Republicanos-RJ) comprou uma mans√£o por R$ 5,97 milh√Ķes em um bairro nobre de Brasília. A informa√ß√£o foi primeiro divulgada pelo site "O Antagonista". A TV Globo teve acesso à certid√£o de matrícula do imóvel.

Imagem aérea da casa comprada por Fl√°vio Bolsonaro em bairro nobre de Brasília — Foto: Divulga√ß√£o


A mans√£o fica no Setor de Mans√Ķes Dom Bosco, um dos mais valorizados da capital. O imóvel tem √°rea total de 2,4 mil metros quadrados.


https://g1.globo.com/globonews/jornal-globonews-edicao-das-10/video/flavio-bolsonaro-compra-mansao-de-quase-r-6-milhoes-em-brasilia-9312982.ghtml


Fl√°vio Bolsonaro compra mans√£o de R$ 6 milh√Ķes em Brasília


Na elei√ß√£o de 2018, em que se elegeu senador, Fl√°vio declarou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) patrimônio de R$ 1,74 milh√£o. Atualmente, o sal√°rio de um senador é R$ 33.763.

A certid√£o de matrícula informa que os compradores s√£o Fl√°vio e a mulher, a dentista Fernanda Figueira Bolsonaro.

Do valor total do imóvel, R$ 3,1 milh√Ķes foram financiados pelo Banco de Brasília (BRB). O pagamento do financiamento ser√° feito em 360 parcelas, a uma taxa de juros efetivos de 4,85% ao ano e taxa de juros efetivos reduzida de 3,71% ao ano.

Imóvel comprado pelo senador Fl√°vio Bolsonaro tem 2,4 mil metros quadrados de √°rea total — Foto: Divulga√ß√£o

Em nota, a assessoria de Fl√°vio Bolsonaro afirmou que a mans√£o foi comprada com recursos próprios do parlamentar, em parte originados da venda de um imóvel no Rio de Janeiro. O texto afirma ainda que mais da metade do valor da mans√£o ser√° pago por meio de financiamento imobili√°rio.

"A casa adquirida pelo senador Fl√°vio Bolsonaro em Brasília foi comprada com recursos próprios, em especial oriundos da venda seu imóvel no Rio de Janeiro. Mais da metade do valor da opera√ß√£o ocorreu por intermédio de financiamento imobili√°rio. Tudo registrado em escritura pública. Qualquer coisa além disso é pura especula√ß√£o ou desinforma√ß√£o por parte de alguns veículos de comunica√ß√£o.", afirmou a assessoria do senador.


Montagem com fotos do exterior e interior da mans√£o comprada por Fl√°vio Bolsonaro — Foto: Divulga√ß√£o

Julgamento adiado

Na segunda-feira (1¬ļ), A Quinta Turma do Superior Tribunal de Justi√ßa decidiu adiar o julgamento de novos recursos de Fl√°vio que questionam as investiga√ß√Ķes do caso das rachadinhas.

As chamadas "rachadinhas" consistem na pr√°tica de confisco, por parlamentares, de parte dos sal√°rios de assessores de gabinete. A denúncia aponta a ocorr√™ncia dessa pr√°tica quando Fl√°vio Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, era deputado da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj).

A estimativa dos investigadores é que o esquema das rachadinhas tenha movimentado cerca de R$ 2,3 milh√Ķes. Ainda de acordo com a denúncia, o dinheiro foi lavado com aplica√ß√£o em uma loja de chocolates no Rio da qual o senador era sócio e em imóveis.

A an√°lise dos recursos seria retomada nesta ter√ßa-feira (2) mas, com o adiamento, n√£o tem data para ser concluída. A defesa de Fl√°vio Bolsonaro tenta esvaziar ainda mais as investiga√ß√Ķes e o caso pode voltar à estaca zero.

Nos recursos pendentes, o senador aponta supostas irregularidades na comunica√ß√£o feita pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) sobre movimenta√ß√Ķes atípicas no gabinete. Os recursos também p√Ķem em xeque a validade de decis√Ķes tomadas pela primeira inst√Ęncia no caso, j√° que o foro especial foi reconhecido pelo Tribunal de Justi√ßa do Rio.

Na última semana, a Quinta Turma do STJ j√° decidiu por 4 votos a 1 anular as quebras de sigilo de Fl√°vio Bolsonaro nas investiga√ß√Ķes. Os ministros entenderam que a decis√£o judicial que autorizou o acesso a esses dados n√£o foi devidamente fundamentada, como prev√™ a lei.



Fonte: Portal-G1

Comunicar erro
imagem 728x90

Coment√°rios

imagem 728x90