imagem 728x90

Acha que me engana, Bruno Covas?

Significado da antecipação dos feriados na cidade de São Paulo

Por Nação Sampa News em 20/05/2020 às 21:30:10

Fernando Dainese: Professor, Engenheiro e Coordenador do MBL na cidade de São Paulo


Fernando Dainese

Professor, Engenheiro e Coordenador do MBL na cidade de São Paulo

Canal no Youtube: Canal do Dainese

Coluna: Análises Políticas por Fernando Dainese



Em meio a uma pandemia de dimensões gigantescas, tanto em termos de locais afetados quanto de tempo de distanciamento social, sabemos que independente das medidas de distanciamento tomadas com prazo de término, geralmente último dia - as instituições governamentais estendem o tempo do distanciamento social por mais um período.

Da mesma forma, a medida tomada pelo prefeito de São Paulo Bruno Covas (PSDB) de antecipação de feriados municipais para essa quarta feira (20), formando um feriadão na capital paulista, também levanta suspeitas sobre as próximas ações que serão colocadas em prática. Mas primeiramente vamos entender essa medida: os feriados de Corpus Christi (11 de junho) e da Consciência Negra (20 de novembro) serão antecipados para esta quarta (20) e quinta (21). Na sexta-feira (22), será declarado ponto facultativo na cidade.

O governador João Doria também mandou para a assembleia legislativa do estado de São Paulo projeto de lei neste sentido. Um de seus destaques é antecipar o feriado estadual do dia 9 de julho (Dia da Revolução Constitucionalista) para a próxima segunda-feira (25).

Mas afinal, o que virá depois do feriadão na nobre terra da garoa? Tempos difíceis exigem medidas drásticas, e o governador João Doria e o prefeito Bruno Covas já sabem a resposta: Lockdown. Sim querido leitor, lockdown é a mais provável medida a ser anunciada no dia do término (segunda-feira 25) deste grande feriado.

Não sabemos as consequências dessa medida, ainda mais com as irresponsabilidades cometidas pelo governo federal com seu discurso de "gripezinha", mas sabemos que ações precisam ser tomadas ainda mais na maior cidade do hemisfério sul do planeta Terra, lar de 12 milhões de habitantes e atual futuro epicentro mundial da pandemia de coronavírus.








Fonte: Fernando Dainese

imagem 728x90
imagem 728x90