imagem 728x90

Verdades sobre o câncer de mama

Verdades

Por Nação Sampa News em 07/11/2020 às 17:15:13


Dr. Marcelo Antonini

Médico Mastologista, Obstetra e Ginecologista

Coluna: Saúde da Mulher



Amamentar protege contra o câncer de mama.

Verdade. A amamentação é um fator de proteção do câncer de mama, em especial quando ocorre antes dos 30 anos. Isso acontece porque o desenvolvimento mamário completo somente se dará após o período de amamentação, quando haverá a mudança dos lóbulos do tipo I para o tipo III



Câncer de mama pode ter cura

Verdade. Aqui muitos fatores devem ser considerados. Um dos mais importantes é o diagnóstico precoce. Quanto menor a lesão identificada, maior a chance de cura. Entretanto, há que se ressaltar as diferenças entre os tipos de tumor. Também é fundamental destacar que, mesmo para os casos sem cura, as opções terapêuticas, com medicamentos e tecnologias modernas, permitem o controle da doença e resultam em melhor qualidade de vida.

Algumas mulheres da minha família tiveram câncer de mama. Por isso, corro mais riscos.


Verdade. A história familiar de câncer de mama, principalmente em parentes de primeiro grau, mãe, irmã ou filha, aumenta o risco em até 80%. Além disso, se algum parente de primeiro grau tiver câncer de ovário também teremos aumento de risco para câncer de mama, devido às mutações dos genes BRCA1 e BRCA 2 que aumentam o risco de câncer de mama e ovário.


Fazer mamografia anualmente é necessário para detectar tumores.

Verdade. A mamografia é a principal forma de diagnóstico precoce da doença. Quem tem histórico familiar deve fazer o exame a partir dos 30 anos. As demais, após os 40. O diagnóstico precoce é fundamental para aumentar as chances de cura.


Mulheres obesas ficam mais suscetíveis à doença.

Verdade. A obesidade é um fator de risco para o câncer de mama, devido ao fato de que na gordura temos conversão periférica de colesterol em estrogênio aumentando as concentrações desse hormônio e, dessa forma, a incidência de câncer de mama.

A terapia de reposição hormonal pode ser um fator de risco.

Verdade A terapia de reposição hormonal costuma ser usada em mulheres no climatério, através da reposição de estrogênio e progesterona, o que aumenta o risco de cancer de mama.

Quem menstrua muito cedo ou é mãe depois dos 30 anos tem maior risco de desenvolver a doença do que mulheres que menstruam mais tarde ou são mães mais jovens.

Verdade O risco aumenta porque essas mulheres menstruam mais vezes ao longo da vida, ficando excessivamente expostas ao estrogênio. O estrogênio estimula as células mamárias, aumentado a proliferação celular. Portanto, quanto mais menstruações, maior é o risco.

Praticar uma atividade física ajuda na prevenção.

Verdade Estudos mostram que a prática regular de atividade física ajuda na prevenção de diversas doenças, entre elas o câncer de mama. O ideal são atividades físicas aeróbicas, como corrida, natação. O mais importante é a redução da obesidade.

Mulheres que tem mais filhos têm menor risco de câncer de mama.

Verdade Durante a gestação, há uma redução da concentração de estrogênio devido à interrupção da menstruação e, como sabemos que a exposição maior ao estrogênio aumenta o risco, as mulheres que têm maior número de filhos têm menor risco de desenvolver a doença.

Homens podem ter câncer de mama.

Verdade. Apesar de raros (entre 0,5 a 1% dos casos de câncer de mama corresponde ao sexo masculino), nos últimos 25 anos, a medicina notou um aumento de quase 26% nas incidências do câncer de mama em homens.

Fonte: Dr. Marcelo Antonini-Médico Mastologista, Obstetra e Ginecologista-CRM:108731

imagem 728x90

Comentários

imagem 728x90